Generalitat de Catalunya, Departamento de Agricultura, Filial, Pesca e Alimentação.

RELATÓRIO TÉCNICO DE PROTEÇÃO DE SOLOS DE AGROLÓGICA DE ALTO VALOR.

.

1- Introdução e motivação. (PG 2)

Os espaços agrícolas formam uma matriz produtiva e de biodiversidade que deve ser preservada e, em qualquer caso, garantir sua operação para que, como um todo, continue atuando e garantindo a viabilidade das empresas agrícolas que exercem sua atividade nessa infraestrutura.
Essa grande infraestrutura verde que compõe os solos agrícolas e os sistemas agrários que são desenvolvidos neles não apenas fornece produtos agrícolas, mas também garante outros serviços de ecossistema e biodiversidade para toda a sociedade, conserva o território, molda a paisagem e tem grande valor cultural. e econômico.
O fato de ser difícil ocupar solos agrícolas de maneira reversível tem um custo para a sociedade que deve ser levado em consideração na avaliação de alternativas sobre possíveis localizações de futuras usinas de geração de eletricidade

.

2- Situação das áreas com dedicação agrícola na Catalunha. (PG 4)

Com os dados globais, podemos observar um aumento na área florestal, exceto nas áreas de prados e pastagens que diminuíram em mais da metade dos hectares, e também nos dados globais, há uma diminuição de quase 100.000 hectares cultiváveis.

Esses dados nos levam a aumentar a necessidade de preservação do uso
solo agrícola na Catalunha, se queremos chegar a um nível suficiente para nos aproximarmos da soberania alimentar e reduzir a importação de produtos agrícolas. Nesse sentido, a seção 9.e da Lei 16/2019 é totalmente coerente quando solicita ‘sem impacto significativo em solos de alto valor agrológico ou alto interesse agrícola.

Portanto, como critério geral, deve-se priorizar, para a produção de energia elétrica, os solos que já foram ocupados por infra-estruturas, compatíveis com instalações de energia, considerando que os solos cultivados têm um valor estratégico para a nossa sociedade.

.

3- Instrumentos para realizar a preservação de solos agrícolas (solos de alto valor agrológico e solos irrigados) na Catalunha, particularmente em face de ações de energia renovável.(PG 5 – 6)

a) Preservar e proteger os espaços agrícolas, como recurso natural essencial para a produção de alimentos e outros produtos – bens e serviços – e para sua viabilidade econômica, e como elemento de conservação da cultura, da biodiversidade e de diferentes ecossistemas naturais, que são a base do desenvolvimento sustentável que ajuda a garantir a saúde e o bem-estar de seres humanos, animais e plantas.

f) Preservar os solos agronômicos mais valiosos e produtivos.
g) Proteger áreas de alto valor agrícola.

A preservação de solos de alto valor agrícola e de irrigação deve ser um dos objetivos, uma vez que são solos com capacidades produtivas únicas, devido ao fato de possuírem infraestruturas embutidas que garantem o suprimento de água, que em nosso clima é o principal fator limitando a produção agrícola.

.

4- Posicionamento do DARP ( PG 10)

Nos casos em que as usinas fotovoltaicas possuam caráter misto (agrícola e energético secundário), poderão ser admitidas em solos das classes IV, III e se não comprometer a produção agrícola das classes II e I.

.2020-06-01- RELATÓRIO AGRÍCOLA DE AGRICULTURA CATALONIA DOWNLOAD DO RELATÓRIO COMPLETO